Sobre Mainframe
Mainframe é uma plataforma integrada de computadores capaz de processar grandes volumes de informações em curtos espaços de tempo. Atualmente, estas plataformas oferecem serviços a milhares de usuários através de inúmeros terminais - conectados diretamente ou em rede - empregando softwares modernos e flexíveis. É o servidor mais evoluído que existe, por isso cerca de 95% dos dados do sistema financeiro/seguro mundial são processados em Mainframe.

Os mainframes têm a capacidade de executar diferentes sistemas operacionais, sendo seus recursos de hardware virtualizados através de um componente de hardware nativo (PR/SM) ou adicionalmente por software. Desta forma um único mainframe pode substituir dezenas ou mesmo centenas de servidores menores usando máquinas virtuais.
Das linguagens mais utilizadas atualmente, destacam-se: Cobol e Natural. Sigla de Common Business Oriented Language (Linguagem Orientada aos Negócios), o linguagem Cobol define seu objetivo principal em sistemas comerciais, financeiros e administrativos para empresas e governos. Foi definido na especificação original, possuía excelentes capacidades de auto documentação, bons métodos de manuseio de arquivos, e excepcional modelagem de dados.

A linguagem Natural é uma ferramenta de desenvolvimento de 4ª geração desenvolvida pela Software AG (Alemanha). Além de possuir a versão para o sistema operacional do Mainframe, possui versões para UNIX, OS/2 e Windows.
São dois os bancos de dados mais comuns utilizados para essas linguagens em Mainframe. O primeiro é o DB2, um DBMS (Database Management System) relacional. O DB2 usa a linguagem SQL (Structured Query Language) para acesso aos dados. Não só para acesso, mas para manipulação, definição e segurança dos dados.

O segundo é o Adabas, um banco de dados baseado em Listas Invertidas. Ele foi descrito como Não-relacional, mas pode ser comparado como um “Quase Relacional” pelas suas características. Não baseado no sistema SQL.
Agora conheça os nossos serviços clicando aqui!